Desafio superado: amamentar até o sexto mês

amamentacao-600x400

Faz tempo que estou para escrever sobre isso aqui no blog. Então vamos lá: Consegui! Consegui levar a amamentação praticamente exclusiva até o sexto mês, digo praticamente pois comecei a introdução de frutas com 5m15d (por opção minha e contra meu pediatra, mas queria estar presente na ingestão dos primeiros sabores e como voltaria a trabalhar antes dos 6m decidi por começar antes).

O meu relato é assim: parece simples mas não é! Amamentar traz muitas inseguranças para nós mamães, tive uma adaptação tranqüilíssima (contei aqui) porém dúvidas foram surgindo no meio do caminho e várias vezes pensei em complementar o bebê mesmo ele ganhando peso suficiente! Para vocês verem até onde vai a neura de uma mãe de primeira viagem.

No início eu tinha leite pra meio batalhão, jorrava, depois do banho o marido precisava vir colocar o absorvente de seio enquanto eu colocava o sutiã porque senão eu me sujava toda de leite… Cheguei a ter febre e quase mastite! Um dia o peito encheu tanto que nem o bebê conseguia pegar o bico, uma loucura! Já li que é normal, pois no começo as glândulas começam a produzir freneticamente sem parar!
De repente… Perto de 3 meses o meu leite adequou-se a demanda e aí começaram as neuras de que eu não tinha leite suficiente… Escrevi um pouco sobre isso aqui, quando relatei a crise dos 3 meses.

Amamentar é cansativo, exige uma energia fora do comum (700 calorias por dia, o mesmo que 1 hora de corrida) e bastante disposição mas é uma DELÍCIA. A troca de carinho e proximidade que se cria com o filho é algo surreal. Cheguei a chorar algumas vezes pensando que teria que parar por conta das minhas neuras, parece besteira mas a gente se sente incapaz… incapaz de alimentar o próprio filho e isso machuca! Homens nunca entenderão, nos meus surtos meu marido não entendia, pra ele era dar o complemento e pronto, sem nenhum remorso, nenhuma culpa, nenhuma dor… Não culpo ele, é muito difícil descrever o prazer de amamentar para outra pessoa, imagina para o sexo masculino!

Mãe é um bicho de sentimentos contraditórios mesmo… Na primeira vez que apresentamos a mamadeira e o complemento (agora pra valer pois voltaria a trabalhar) o Pedro pegou de primeira!!! Mamou tudo sem largar… Quem deu foi a vovó, a mãe ficou escondida pra não atrapalhar… E deu tudo certo! Ao ver que ele nem estranhou… fiquei chateada, chateada por ele aceitar a troca tão fácil (e antes tava com medo dele não aceitar de jeito nenhum), dá pra entender a cabeça de uma mãe? Nem eu me entendo! rs…

E aqui estamos, já com a introdução alimentar, rumo ao oitavo mês de amamentação (firmes e fortes) e agora com dentinhos! Hahaha, seja o que Deus quiser! 🙂

Fonte: http://www.vilamulher.com.br/familia/gravidez/amamentar-gasta-ate-700-calorias-8-1-53-269.html

Anúncios

2 comentários sobre “Desafio superado: amamentar até o sexto mês

  1. Amanentar é um ato de amor , esta escrito na própria palavra … Mas confesso que tbem tenho essas neuras. Meu filho Yago Raphael nasceu em 13/05/15 , é lindo sadio e já tem dois dentinhos embaixo, então imagine …o bico do meu seio virou um mordedor , pensei em introduzir alimento sólido , mas pensei bem , continuarei firme e forte até ele completar os 6 meses… E seja o que Deus quiser … Kkkkkkk

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s